Japão se queixa da instalação de sistemas de mísseis russos nas Curilas

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

25 de novembro de 2016.

 

O Japão expressou protesto contra a Rússia devido à instalação de sistemas de mísseis na região sul das Curilas, declarou o ministro das Relações Exteriores do Japão, Fumio Kishida.
 
Na terça-feira (22), o jornal Boevaya Vakhta da Frota Russa do Pacífico informou que foram instalados sistemas de mísseis Bastion e Bal nas ilhas de Iturup e Kunashir. Depois disso, a Chancelaria japonesa acrescentou que Tóquio reagirá apropriadamente às ações de Moscou.

"Espero que os senhores entendam que nós expressamos protesto", comunica a agência Kyodo, citando a declaração de Kishida feita durante sessão do comitê de segurança da câmara baixa do parlamento do país.
 
Anteriormente, o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, afirmou que Tóquio "endereçou a reclamação através dos canais diplomáticos".
 
A Chancelaria russa, por sua vez, declarou que a instalação de sistemas de mísseis nas Curilas foi um procedimento planejado e visa o fortalecimento da capacidade de defesa do país.

A ministra da Defesa do Japão, Tomomi Inada, durante sessão do comitê de segurança da câmara baixa do parlamento do país, disse que a instalação de sistemas de mísseis na região sul das Curilas busca possivelmente dar suporte à atividade dos submarinos nucleares russos no mar de Okhotsk.
 
Fonte: Sputnik

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||