Japão prepara a população para ataques de mísseis da Coreia do Norte

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

23 de junho de 2017. 

 

À medida que as tensões aumentam na península coreana, o Japão já ensaia as formas de avisar seus cidadãos sobre um eventual iminente ataque de mísseis, bem como sobre a melhor forma de se comportar em caso de crise militar.

O governo do país transmitirá anúncios públicos sobre ações a serem tomadas, no caso da Coreia do Norte lançar mísseis, que explicarão as formas de defesa a serem a dotadas pela população japonesa.

Os anúncios de 30 segundos serão transmitidos por todas as grandes emissoras do país, bem como por emissoras locais, a partir de 6 de julho. Segundo a imprensa japonesa, os anúncios informarão que, no casso do lançamento de mísseis pela Coréia do Norte, o sistema de satélites de alerta J-Alert emitirá um aviso o mais rápido possível, que será transmitido em toda a rede nacional.

O anúncio explica que as pessoas devem buscar abrigos subterrâneos, deitar com o rosto virado para o chão e cobrir a cabeça, ficando longe das janelas. Em outras palavras, o aviso é semelhante para o caso de ocorrência de terremotos.

Nesta quinta-feira, o Japão iniciou exercícios públicos de defesa contra mísseis, para tranquilizar a população e passar uma mensagem de segurança, mesmo no caso de um ataque da Coréia do Norte. "Tornar os exercícios públicos é uma maneira de tranquilizar as pessoas sobre a segurança e trazer maior paz de espírito", afirmou Akinori Hanada, major da Força de Defesa Aérea aos jornalistas.

As preocupações parecem fundamentadas, considerando que o teste de defesa contra mísseis conjunto, realizado nesta quinta-feira pelos americanos e japoneses foi um fracasso. Se um míssil norte-coreano for lançado contra o Japão, os sistemas Aegis, em navios de guerra americanos e japoneses, são a principal forma de defesa do país, juntamente com THAAD, na Coreia do Sul, e as baterias de mísseis Patriot no Japão.

No entanto, disparar um míssil balístico é muito mais fácil do que derrubar. O Aegis não conseguiu derrubar um míssil balístico falso durante os exercícios mais recentes no mar do Japão..

O governo japonês está considerando construir um sistema permanente de defesa de mísseis chamado Aegis Ashore, que é muito parecido com o sistema Aegis instalado nas embarcações. Tóquio também iniciou um programa de bilhões de dólares para atualizar e expandir as defesas da bateria de mísseis Patriot.

O governo japonês também está avaliando a construção de abrigos contra bombas e mísseis nas principais cidades.

Fonte: Sputnik

https://br.sputniknews.com/asia_oceania/201706238716473-japao-populacao-ataques-misseis-coreia/

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||