Japão e Cazaquistão pedem que Pyongyang desista de seu programa nuclear

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

07 de novembro de 2016.

O Japão e o Cazaquistão defendem a continuação do desarmamento nuclear no mundo e pedem que Pyongyang renuncie ao seu programa nuclear e de mísseis.

Segundo a agência japonesa de Kyodo, esse entendimento foi alcançado na segunda-feira (07) durante uma reunião entre o primeiro-ministro japonês Shinzo Abe e o presidente do Cazaquistão Nursultan Nazarbayev. O último está em visita oficial no Japão entre 6 e 9 de novembro.

No âmbito da viagem de Nazarbayev foi realizada a sexta reunião da comissão conjunta dos setores público e privado do Cazaquistão e Japão dedicada à cooperação econômica. De acordo com o vice-ministro para investimentos e desenvolvimento cazaque, Erlan Hairov, foram assinados 15 documentos conjuntos na área de economia, com valor total equivalente a 1,2 bilhões de dólares.

Cabe lembrar que em 9 de setembro, apesar da proibição por parte do Conselho de Segurança, a Coreia do Norte realizou seu quinto teste nuclear, considerado o maior na história do país, com uma potência equivalente a 10 quilotoneladas de TNT. Todos os três mísseis lançados caíram na zona econômica exclusiva do Japão, o que foi avaliado como uma ameaça direta para a segurança deste país.

Fonte: Sputnik

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||