Guardas costeiros do Paquistão invadem águas indianas e disparam contra pescadores

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

13 de janeiro de 2019.

 

A Índia e o Paquistão estão envolvidos em um conflito de longa data, com contínuas acusações mútuas de violações do cessar-fogo ao longo da fronteira de facto na Caxemira, ponto crítico de tensão entre os dois países há mais de seis décadas.

Guardas costeiros paquistaneses teriam entrado nas águas territoriais indianas no Mar da Arábia, perto da Linha Internacional de Contorno Marítimo, e aberto fogo em dois barcos com pescadores indianos.

Os guardas supostamente apreenderam os pertences dos pescadores, capturando até 12 pessoas — embora os tenham liberado mais tarde, informou a ABP Live.

As relações entre os dois países vizinhos têm sido historicamente tensas, mas atingiram um novo patamar depois que a Índia acusou o Paquistão de abrigar pistoleiros que mataram 19 soldados indianos no disputado estado de Jammu e Caxemira em setembro de 2016. Islamabad negou as acusações.

Desde a sua divisão em 1947, a Índia e o Paquistão travaram três guerras — em 1948, 1965 e 1971 — pela região da Caxemira, território que ambos os países reivindicam como seu. Após os conflitos armados, os dois países concordaram com um cessar-fogo em 2003, mas em várias ocasiões acusaram um ao outro de violar a trégua.

Atualmente, a Índia reivindica todo o estado de Jammu e Caxemira, e controla o Vale da Caxemira, Jammu, Ladakh e o Glaciar Siachen. O Paquistão, por sua vez, contesta as reivindicações da Índia e administra Azad Caxemira e Gilgit-Baltistan.

Fonte: Sputnik

https://br.sputniknews.com/asia_oceania/2019011313100935-paquistao-guardas-costeiros-india/

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||