Gibraltar diz que navio militar de Espanha entrou ilegalmente nas suas águas territoriais

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

05 de abril de 2017. 

 

O Governo de Gibraltar denunciou esta terça-feira que um navio de patrulha espanhol entrou em águas pertencentes ao território sem pedir autorização, noticia a Reuters.

Desde o início formal do “Brexit”, a questão de Gibraltar tem estado na ordem do dia pelo facto de a União Europeia ter afirmado que não haverá acordo com o Reino Unido sobre o território situado a sul da Península Ibérica sem autorização de Madrid.

“Incursão ilegal em águas territoriais de Gibraltar britânica pelo navio de patrulha espanhol Infanta Cristina esta tarde”, afirmou o Governo de Gibraltar no Twitter, acompanhando a publicação com um vídeo da embarcação.

Um porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros espanhol negou que o navio tenha realizado uma incursão ilegal nas águas disputadas do enclave britânico. “Uma incursão ilegal não, porque para nós é uma utilização das nossas águas”, afirmou à Reuters o porta-voz.

“A Espanha não reconhece outros direitos e situações pertencentes à Grã-Bretanha no espaço marítimo que não está incluído no artigo 10º do Tratado de Utrecht”, disse.

Esta segunda-feira, Theresa May riu-se quando lhe perguntaram se admitia o uso da força, mas, ao mesmo tempo que prometeu dialogar de boa-fé com todos os parceiros, repetiu que a política britânica para Gibraltar “não mudou, nem vai mudar”. Mas em Bruxelas várias fontes asseguram que é pouco provável que os 27 deixem cair a polêmica cláusula quando aprovarem, a 29 de Abril, a versão final do guião para as negociações.

Fonte: Público

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||