'Explosão suspeita' perto da fronteira entre a China e Coreia do Norte provoca pequeno terremoto

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

17 de junho de 2019.

 

Uma "explosão suspeita" provocou hoje um pequeno terremoto na fronteira entre a China e a Coreia do Norte, menos de uma hora depois do anúncio de uma visita oficial do presidente chinês a seu vizinho esta semana, segundo as autoridades de Pequim.

De acordo com o serviço sismológico chinês, um terremoto foi registrado às 19h38 (08h38 de Brasília) e foi medido com uma intensidade de 1,3 na cidade chinesa de Hunchun, na fronteira com a Coreia do Norte.

Um ano após reunião histórica, Trump e Kim vivem impasse diplomático apesar de "carta linda"

 

Esta região foi sacudida em setembro de 2017 por um teste nuclear do regime de Pyongyang.

Na ocasião foi registrado um terremoto de magnitude 6,3 atribuído ao teste nuclear nas regiões fronteiriças do nordeste da China

O sítio subterrâneo de Punggye-ri, perto da China, foi palco de seis testes nucleares realizados por Pyongyang.

O local, cercado por picos íngremes, profundamente escavado sob uma montanha de granito de 2.000 metros de altura, tem a reputação de ser adequado para resistir às forças provocadas por explosões nucleares.

Sua existência foi revelada em 2006.

O líder norte-coreano Kim Jong-un havia prometido destruí-lo no ano passado, em um gesto de boa vontade, antes de uma cúpula histórica com o presidente americano Donald Trump, em Singapura, em 12 de junho de 2018.

Semanas antes, jornalistas estrangeiros foram convidados a assistir a destruição do local.

Fonte: AFP

 

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||