Europa Oriental inunda com armas os campos de batalha do Oriente Médio

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

27 de julho de 2016.

Toneladas de armas no valor de $1,3 bilhões foram enviadas da Europa Oriental para o Oriente Médio, incluindo a Síria, o que é “quase certamente” contra as regras da UE, informa um relatório publicado na quarta-feira.

A investigação realizada pela Rede de Informação Investigativa dos Balcãs e pelo Projeto de Investigações de Corrupção e Crime Organizado revelou um fluxo incomparável de armas vendidas por Bósnia e Herzegovina, Bulgária, Croácia, República Tcheca, Montenegro, Romênia, Sérvia e Eslováquia para países da região devastada pela guerra. 

"Desde a escalação do conflito na Síria em 2012, estes oito países aprovaram o transporte de armas e munições no valor de 1,2 bilhões de euros para a Arábia Saudita, Jordânia, Emirados Árabes Unidos e Turquia", comunica o relatório. 

Os projetos citaram dados obtidos de reportagens da mídia, monitoramento de tráfego aéreo e contratos de fornecimentos de armas. 

AK-47, munições, lança-granadas e tanques surgiram nos anos recentes em fotos e vídeos feitos por militantes apoiados pelo Ocidente, bem como por jihadistas do Daesh e grupos afiliados. 

"Países que estão vendendo armas para Arábia Saudita ou para a região do Oriente Médio e África do Norte não estão fazendo boas avaliações de riscos e, como resultado, estão na origem da violação de leis da UE e nacionais", aponta o relatório. 

A publicação disse que enquanto esse ducto de bilhões de euros continua enviando armas por avião e em navios para o Oriente Médio, os países dos Balcãs estão fechando rotas de fuga para os migrantes que fogem das regiões em guerra.

Fonte: Sputnik. 

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||