EUA, Japão e Coreia do Sul decidem dar resposta dura ao lançamento de míssil de Pyongyang

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

29 de agosto de 2017.

 

De acordo com nota da chancelaria sul-coreana, os EUA, o Japão e Seul concordaram durante conversas telefônicas em tomar uma medida forte a ser elaborada em reunião do Conselho de Segurança da ONU para responder ao lançamento do míssil balístico efetuado por Pyongyang nesta terça-feira (29).

As partes qualificaram a ação norte-coreana como "um ato sério de escalada de tensão".

"Os altos representantes reconheceram que o último lançamento do míssil balístico norte-coreano que sobrevoou o Japão é um ato sério de escalada de tensão… Eles concordaram em adotar medidas duras por intermédio da cooperação estreita entre a Coreia do Sul, o Japão e os EUA, incluindo uma forte resposta do Conselho de Segurança da ONU", diz o comunicado do ministério, citado pela agência de notícias sul-coreana Yonhap.

Anteriormente, a Coreia do Norte lançou um míssil que sobrevoou o Japão antes de cair no oceano Pacífico, a 1.180 km ao leste da ilha japonesa de Hokkaido. O teste foi efetuado às 5h57 (horário local). Segundo militares japoneses, trata-se provavelmente de um míssil balístico Hwasong-12. Esse foi o segundo teste de mísseis nos últimos dias, pois no sábado Pyongyang efetuou o lançamento de mísseis balísticos de curto alcance.

Nos últimos meses, a Coreia do Norte levou a cabo toda uma série de lançamentos de mísseis e testes nucleares, violando as resoluções do Conselho de Segurança da ONU. Segundo afirmou o presidente sul-coreano, Moon Jae-in, Seul em resposta vai instalar os adicionais sistemas de defesa antiaérea THAAD em uma base militar americana na Coreia do Sul.

Em junho, Moscou e Pequim passaram a implementar o roteiro sobre a solução da crise da península da Coreia, o chamado plano "duplo congelamento", que prevê a cessação simultânea tanto da atividade nuclear da Coreia do Norte, quanto dos exercícios conjuntos dos EUA e da Coreia do Sul. A iniciativa já foi rejeitada por Washington, enquanto Seul ainda deve dar sua resposta.

Fonte: Sputnik

https://br.sputniknews.com/asia_oceania/201708299225642-resposta-dura-missil-pyongyang/

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||