EUA e aliados ameaçam ataque 'muito mais forte' caso Síria use armas químicas

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

10 de setembro de 2018.

 

EUA, Reino Unido e França alertaram que qualquer uso de armas químicas por parte do governo da Síria resultaria em uma resposta maior do que a de incidentes anteriores, afirmou o conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, John Bolton, nesta segunda-feira (10), em Washington.

"Nós tentamos transmitir a mensagem nos últimos dias de que se houver um terceiro uso de armas químicas a resposta será muito mais forte", disse Bolton. "Eu posso afirmar que estamos realizando consultas com os britânicos e com os franceses, que se juntaram ao segundo ataque, e ele também concordam que um próximo uso de armas químicas resultará em uma resposta muito mais forte", continuou.

Bolton também considerou ultrajante a alegação de que os EUA estão dando autorização para a al-Qaeda para usar armas químicas para culpar o governo da Síria.

O Ministro da Defesa da Rússia disse no final de agosto que os terroristas do grupo Tharir al-Sham, antes conhecido como Jabbhat Fatah al Sham e banido da Rússia, estaria preparando um ataque falso em Idlib, na Síria, com o objetivo de acusar o governo sírio de usar armas químicas.

O governo sírio de Bashar Assad recuperou o controle sobre vastas áreas do território do país ao longo da guerra civil que consumiu o país nos últimos anos, no entanto, a região de Idlib continua sendo considerada uma fortaleza de insurgentes.

Fonte: Sputnik

https://br.sputniknews.com/oriente_medio_africa/2018091012178464-eua-reino-unido-franca-siria/

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||