EUA anunciam novo incidente de navio russo com navio americano

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

02 de julho de 2016.

Um dignitário militar dos EUA declarou que o navio de patrulha russo Yaroslav Mudry teria supostamente realizado manobras pouco professionais e se aproximou em demasia de um navio americano na parte oriental do mar Mediterrâneo, informou a agência Reuters.

O militar informou que o incidente ocorreu na quinta-feira, 30 de junho, quando o Yaroslav Mudry se aproximou do cruzador porta-mísseis USS San Jacinto, que naquele momento estava realizando uma operação contra o Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia).

"A distância de aproximação do Yaroslav Mudry, antes de o navio se ter afastado do San Jacinto, é considerada como uma manobra de alto risco, o que é extremamente não profissional e viola as regras internacionais de transporte marítimo", disse a fonte à agência. Contudo, ele sublinhou que a manobra não foi uma ameaça para o San Jacinto.

Anteriormente, o Ministério da Defesa da Rússia relatou que no Mediterrâneo oriental, em 17 de junho, o contratorpedeiro americano USS Gravely, que acompanhava o porta-aviões USS Harry S. Truman, se aproximou a uma distância perigosa (60-70 m) do navio de guerra russo e atravessou a proa do navio de patrulha russo à distância arriscada de 180 m. O Yaroslav Mudry prosseguia com rumo e velocidade constantes em águas internacionais e não realizou manobras perigosas relativamente ao navio americano.

O USS San Jacinto tem um deslocamento mais de duas vezes superior ao do Yaroslav Mudry (9800 contra 4350 toneladas). A velocidade máxima dos navios é aproximadamente a mesma — 32,5 contra 30 nós (cerca de 60 contra 55,5 km/h).

Fonte: Sputnik.

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||