EUA acusam Coreia do Norte de violar resoluções do Conselho de Segurança da ONU

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

29 de maio de 2019.

 

O governo dos Estados Unidosacusou nesta terça-feira (28) que o programa de armas de destruição em massa da Coreia do Norte violou resoluções do Conselho de Segurança da ONU. A declaração do departamento de Estado norte-americano vem dias depois de o presidente Donald Trump relativizar a importância dos recentes testes de mísseis norte-americanos.

"Creio que todo o programa de armas da Coreia do Norte está em conflito com as resoluções do Conselho de Segurança da ONU", disse a porta-voz Morgan Ortagus, do departamento de Estado norte-americano.

A representante do governo ressaltou que os Estados Unidos buscam retomar as boas relações entre Trump e o líder norte-coreano, Kim Jong-un. Ela reafirma que a Casa Branca tenta "negociar fim pacífico para o programa de armas de destruição em massa da Coreia do Norte".

"Dissemos muitas vezes e continuaremos reafirmando que as sanções econômicas serão mantidas até chegarmos a isto".

Trump relativiza lançamentos norte-coreanos

Ao chegar ao Japão para visita de Estado no fim de semana, Trump tuitou que a Coreia do Norte testou "algumas armas pequenas" que havia preocupado alguns, mas não ele.

A declaração de Trump contradisse o assessor de Segurança Nacional da Casa Branca, John Bolton. Ele declarou, no sábado, não haver dúvidas de que os testes de mísseis da Coreia do Norte violaram resoluções do Conselho de Segurança

A Coreia do Norte não tardou em atacar Bolton, que durante um longo tempo promoveu uma política externa agressiva, chamando o assessor de Segurança Nacional de "maníaco da guerra".

Fonte: AFP

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||