Envio de tropas turcas ao Qatar pode agravar a crise

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

15 de junho de 2017. 

 

Enquanto a Turquia se está preparando para deslocar um contingente militar considerável ao Qatar, no meio do conflito diplomático entre Doha e outros Estados árabes, continua aberta a questão se este passo ajudará a resolver a crise.

Em 12 de junho, uma delegação militar da Turquia chegou ao Qatar para facilitar as preparações para o próximo destacamento de tropas turcas.

De acordo com o embaixador da Turquia no Qatar, cerca de 3.000 efetivos de diferentes áreas das Forças Armadas turcas serão deslocados para uma base militar no Qatar.

No entanto, Koray Gurbuz, analista militar da Universidade Bilkent, Ancara, e ex-presidente do Conselho de Veteranos Turcos, disse á Sputnik Turquia que este passo pode no futuro agravar a situação já instável na região.

O analista explicou que, sendo a Turquia um país definitivamente poderoso e influente, ela não pode simplesmente ignorar as ameaças atuais na região, Ancara precisa avaliar calmamente a situação e dar preferência a seus próprios interesses.

"O exército turco precisa, em primeiro lugar, proteger o povo turco e lutar contra o terrorismo que o ameaça. É errado enviar nossas tropas para ajudar outros Estados enquanto o povo turco não estiver completamente seguro.  A Turquia tem seus próprios interesses e objetivos. Primeiro, o país tem que lidar com seus problemas e ajudar a promover a paz e estabilidade na região", disse Gurbuz.

Ele notou que a crise diplomática do Qatar está diretamente ligada à ambição dos EUA de tomar sob controle total os recursos energéticos do Oriente Médio e que, ao enviar tropas ao Qatar, a Turquia pode ficar prisioneira da situação, o que não ajudará a reestabelecer a estabilidade na região.

"A Turquia deve evitar ficar envolvida em conflitos. O que as tropas turcas farão no Qatar? Proteger os cidadãos do emirado? O Exército turco deve proteger antes de mais nada os cidadãos da Turquia, e não outros. E se a crise se transformar em um conflito armado? O que os soldados turcos farão caso haja um ataque armado contra o Qatar? Neste caso as vítimas serão inevitáveis, ainda pior, a Turquia estará envolvida em uma guerra com a qual ela não tem nada que ver", disse.

Segundo Gurbuz, este envio militar não pode ser considerado uma medida construtiva de Ancara, pois somente piorará a situação pouco estável na região, que já neste momento está quase à beira de um conflito armado.

"O problema deve ser resolvido, não através do envio de tropas, mas a nível internacional, através de discussões dos métodos para sua resolução com outros países da região", concluiu o especialista.

Fonte: Sputnik

https://br.sputniknews.com/oriente_medio_africa/201706158655363-turquia-deslocamento-tropas-qatar-erro/

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||