Em meio a jogos de guerra e tensão, Putin visita a Crimeia

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

20 de agosto de 2016.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, foi de avião para a Crimeia nesta sexta-feira (19), um dia depois de realizar jogos de guerra no local, e disse esperar que a Ucrânia tenha "bom senso" para resolver a crise diplomática sobre a península anexada.

Dois anos depois de tropas russas tomarem o território, a Crimeia voltou a estar no centro das atenções internacionais depois que Putin acusou Kiev na semana passada de enviar sabotadores que se chocaram com soldados russos.

Kiev, que também se envolveu em uma guerra de dois anos contra separatistas pró-Rússia em duas províncias do leste ucraniano, nega a ocorrência do incidente na fronteira e o classifica como uma fabricação que poderia ser usada como pretexto para uma nova invasão russa.

O líder russo vem recorrendo a uma retórica ameaçadora e prometendo "contramedidas" que não especificou, e fortaleceu as tropas antes de um grande exercício militar agendado para o próximo mês.

Putin abordou a crise novamente nesta sexta-feira, iniciando uma reunião de seu Conselho de Segurança em uma base aérea próxima do porto Naval de Sebastopol em sua primeira visita à Crimeia desde que fez suas primeiras acusações.

"Levando tudo em consideração, nossos parceiros de Kiev decidiram levar a uma escalada da situação. Todos nós estamos familiarizados com este método de escalada. Ele existe há muito tempo e foi usado algumas vezes com sucesso, mas nem sempre", disse.

"Espero que esta não seja uma escolha definitiva... e que o bom senso prevaleça."

Fonte: Reuters.

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||