Coreia do Sul exorta Norte a acabar 'imediatamente' com provocação nuclear

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

15 de agosto de 2016.

O presidente da Coreia do Sul disse que Pyongyang deve parar imediatamente com o desenvolvimento do seu programa nuclear e deixar de ameaçar o mundo.

"Exorto (a Coreia do Norte) a acabar imediatamente com o desenvolvimento de armas nucleares e outros tipos de armas de destruição maciça e a parar com todas as ameaças de provocações contra a Coreia do Sul", disse a presidente da Coreia do Sul, Park Geun-hye, citada pela Yonhap, numa cerimônia em Seul dedicada à libertação da Coreia do Sul do domínio colonial japonês. 

Ela apoiou a implantação do sistema antimíssil norte-americano THAAD no país no contexto das ameaças crescentes por parte da Coreia do Norte. 

"Queremos que a Coreia do Norte se torne um membro normal da comunidade internacional, que respeite direitos universais da humanidade, as obrigações e normas internacionais", acrescentou ela. 

No dia 3 de agosto a Coreia do Norte lançou mais um míssil balístico da sua costa oriental. O míssil voou centenas de quilômetros até que caiu no mar do Japão, perto da costa nordeste do Japão. A resolução 2270 da ONU datada de 2 de março exorta a Coreia do Norte a parar todas as atividades do seu programa de mísseis balísticos.

Em julho, os EUA e a Coreia do Norte anunciaram ter decidido posicionar o sistema antimíssil dos EUA THAAD no território da Coreia do Sul para conter as ameaças da Coreia do Norte.

Fonte: Sputnik.

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||