Coreia do Norte posiciona míssil de médio alcance, segundo Coreia do Sul

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

21 de junho de 2016.

A Coreia do Norte posicionou um míssil de médio alcance em sua costa leste sem que haja indícios de um lançamento iminente, assegurou nesta terça-feira uma fonte do governo da Coreia do Sul.

Os sul-coreanos detectaram "sinais de que o Norte posicionou o que parece ser um míssil Musudan", mas descartou que o projétil esteja pronto para a realização de um lançamento nas próximas horas, detalhou o informante à agência "Yonhap".

No entanto, a fonte afirmou que o regime de Kim Jong-un parece estar preparado para posicionar em sua costa leste uma plataforma de lançamento móvel carregada com o míssil para um possível próximo teste.

O Ministério da Defesa sul-coreano não confirmou oficialmente essa informação, mas "está monitorando de perto os movimentos da Coreia do Norte em relação a mísseis balísticos", indicou à Efe um de seus porta-vozes.

O Ministério das Relações Exteriores da Coreia do Sul garantiu que a Coreia do Norte, "só conseguirá agravar seu isolamento da sociedade internacional" se lançar o míssil de médio alcance, indicou um porta-voz em entrevista coletiva.

"Caso eles realizem o teste, tomaremos medidas de resposta junto com nossos aliados", expressou o porta-voz, sem apresentar mais detalhes.

Essa informação chega pouco depois que fontes do governo do Japão alertaram hoje sobre a possibilidade do lançamento de um míssil balístico pelo regime norte-coreano de Kim Jong-un.

O Ministério da Defesa japonês ordenou que as forças armadas do país derrubem qualquer projétil que se dirija em direção ao Japão, segundo a agência "Kyodo".

A Coreia do Norte realizou entre abril e maio quatro lançamentos fracassados do Musudan, um novo projétil cujo alcance de até 4 mil quilômetros permitiria ao regime colocar em ponto de mira a base americana de Guam, no Pacífico.

O governo sul-coreano estima que o regime de Kim Jong-un possui aproximadamente 50 unidades deste míssil.

A aparente nova manobra norte-coreana acontece em um momento de relativa calma na península, depois que Pyongyang realizou em março e abril vários testes de mísseis de curto e médio alcance. 

Fonte: EFE.

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||