Coreia do Norte pode lançar míssil para comemorar fundação do partido único

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

08 de outubro de 2016.

O regime da Coreia do Norte comemorou neste sábado os avanços do programa espacial do país, o que vários analistas veem como um sinal de preparação para o lançamento de um míssil de longo alcance em homenagem ao aniversário do Partido único dos Trabalhadores.

Em editorial do jornal "Rodong Sinmun", o regime norte-coreano se comprometeu a potencializar "a conquista do espaço", em um momento de tensa expectativa perante a celebração, na próxima segunda-feira, do 71º aniversário do Partido dos Trabalhadores, data em que Pyongyang poderia realizar um novo teste armamentista.

"Como uma dos dez maiores superpotências do espaço, o país destacou sua determinação de abrir um caminho para a conquista do espaço infinito alcançando ao mesmo tempo o maior nível de transparência e em linha com as regulações e práticas internacionais", diz o artigo.

A comunidade internacional considera que o programa espacial norte-coreano implica o uso de tecnologia de mísseis balísticos intercontinentais, o que representa uma vulneração das repetidas sanções que a ONU impôs a Pyongyang por seus programas de projéteis e armas nucleares.

No entanto, o país defende que seu programa Kwangmyongsong ("estrela brilhante") só busca colocar em órbita satélites geoestacionários.

"O uso pacífico do espaço é um direito soberano legítimo e que não pode ser negado a nenhum país", afirmou o principal jornal norte-coreano.

O editorial coincide com a publicação, na sexta-feira, de imagens que mostram um aumento da atividade na base de testes nucleares norte-coreana de Punggye-ri.

A Coreia do Norte costuma realizar testes armamentísticos perto das datas mais importantes do calendário nacional, como foi o caso de seu último teste nuclear, no dia 9 de setembro, executado no aniversário de sua fundação nacional.

O governo da vizinha Coreia do Sul considera que o regime norte-coreano pode estar preparando um novo teste nuclear ou de mísseis.

A Coreia do Norte realizou seu último lançamento de longo alcance em fevereiro passado, o que unido a um teste nuclear executado em janeiro resultou o pacote de sanções mais duro aprovado até o momento pela ONU. 

Fonte: EFE.

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||