Coreia do Norte declara que 'está pronta para guerra' contra EUA, mesmo tendo lançado míssil falho

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

22 de março de 2017.

Na quarta-feira (22), a Coreia do Norte declarou "estar pronta para guerra" contra os Estados Unidos apesar do fracasso do seu último teste de míssil balístico.

A Coreia do Sul e EUA informaram que o míssil explodiu alguns segundos depois de seu lançamento, realizado na província de Gangwon, no sudeste do país.

"A Coreia do Norte lançou um míssil de uma área perto da base aérea de Wonsas nesta manhã (22), mas ele provavelmente falhou", disse o comunicado do Ministério da Defesa da Coreia do Sul.

O teste foi realizado devido ao agravamento de tensões na Península Coreana que proporcionaram uma série de testes balísticos da Coreia do Norte, bem como resposta dos EUA de tomar medidas militares correspondentes.

"Força nuclear da Coreia do Norte é uma espada valiosa da justiça e a maior dissuasão de guerra para proteger a pátria socialista e a vida das pessoas", a agência KCNA cita o comunicado do Ministério das Relações Exteriores da Coreia do Norte.

​"Temos vontade e capacidade de completamente responder a qualquer guerra desejada pelos EUA. Se os oficiais dos EUA pensavam que eram capazes de nos assustar, em breve entenderão que seu método não funciona."

Após sua visita à fronteira rigorosamente militarizada entre as duas Coreias na semana passada, o secretário de Estado dos EUA afirmou: "Deixe-me ser claro. A política de 'paciência estratégica' acabou."

Ao mesmo tempo, o presidente dos EUA declarou que o líder norte-coreano Kim Jong-um se comporta muito mal após o país realizar o teste terrestre de um novo tipo de míssil em 18 de março.

Entretanto, a representante oficial da chancelaria chinesa, Hua Chunying, mais uma vez chamou a atenção de todas as partes da Península Coreana para que "ajam pacientemente".

"A situação atual na península é extremamente tensa, 'cada um com sua arma' seria uma descrição justa", disse ela.

É importante destacar que o teste de míssil balístico da Coreia do Norte coincidiu com os exercícios militares conjuntos dos EUA e Coreia do Sul, no sul da Península, que começaram no dia 1º de março.

Os exercícios militares são realizados anualmente e duram até o fim de abril.

Os EUA deslocaram porta-aviões, submarino de propulsão nuclear e milhares de tropas para complementar os soldados do Sul e a artilharia.

Fonte: Sputnik

https://br.sputniknews.com/asia_oceania/201703227955336-coreia-norte-guerra-eua/

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||