Confrontos em Karabakh já fazem meia centena de mortos

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

11 de abril de 2016.

A quantidade dos mortos na linha do conflito de Karabakh continua a crescer.

Segundo a informação do Ministério da Defesa de Nagorno-Karabakh, 56 militares foram assassinados desde o passado 2 de abril. 

“Segundo os dados de 7 de abril, perdemos 36 militares. Depois foram encontrados os corpos de mais 20 homens, elevando o número a 56 mortos”, informou o ministério. 

O exame dos corpos entregues pela parte azerbaijana mostra que os soldados estavam vivos quando foram capturados, tendo sido assassinados mais tarde.

O acordo bilateral de cessar-fogo entre a Armênia (Nagorno-Karabakh é um enclave de maioria armênia) e o Azerbaijão foi celebrado no dia 5 de abril e entrou em vigor no dia seguinte.

Nagorno-Karabakh é uma região disputada no Sul do Cáucaso, que formalmente faz parte do Azerbaijão, mas populado principalmente por armênios. Na prática, o território é uma província com administração própria, mas sem reconhecimento da comunidade internacional.

O conflito em Nagorno-Karabakh começou em 1988, quando a região autônoma buscou separação da República Socialista Soviética do Azerbaijão antes de proclamar independência, após o colapso da União Soviética em 1991.

 

Fonte: Sputnik.

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||