Confrontos em Aleppo matam 14 membros do Hezbollah e deixam outros 20 feridos

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

17 de junho de 2016.

Pelo menos 14 milicianos do grupo xiita libanês Hezbollah morreram nos últimos três dias e outros 20 ficaram feridos em combates contra a Frente al Nusra, filial síria da Al Qaeda, no sul da província de Aleppo, informou nesta sexta-feira o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Os enfrentamentos entre os soldados governamentais sírios, que são respaldados pelo Hezbollah, e os jihadistas e seus aliados de outras facções armadas sírias se concentram hoje na zona de Jalasa, no sul de Aleppo.

Por enquanto, a organização libanesa não confirmou estes baixas em suas fileiras.

Enquanto isso, também há confrontos entre as forças governamentais sírias e grupos armados islâmicos na área de Al Malah, no noroeste de Aleppo.

Em paralelo, aviões de guerra bombardearam Al Malah, Kafr Hamra e Babis, no noroeste da província.

O Hezbollah é um dos principais aliados do governo de Damasco e enviou soldados ao território sírio que costumam colaborar com o Exército nacional em suas operações militares. 

Fonte: EFE.

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||