Comandante da OTAN na Europa quer enviar aviões para espionar Rússia

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

28 de março de 2016.

O comandante da OTAN na Europa, general norte-americano Philip Breedlove, quer enviar aviões de reconhecimento U-2 à Europa para espionar a Rússia.

Os aviões deste tipo foram amplamente usados durante a Guerra Fria. Em 1960, a União Soviética abateu um avião norte-americano deste tipo sobre o seu território.

Segundo Philip Breedlove, citado pelo jornal britânico The Independent, os aviões podem servir de instrumento de reconhecimento militar, necessário para uma oposição eficaz à “ameaça elevada representada pela Rússia de Putin”.

As observações do general, pouco divulgadas, foram  incluídas em um relatório anual pouco conhecido sobre a estratégia dos EUA na Europa. De acordo com o The Independent, o Pentágono não comentou o assunto após a solicitação do jornal.

O avião U-2 foi utilizado pela Agência Central de Inteligência dos EUA (CIA) para efetuar missões de reconhecimento na União Soviética durante a Guerra Fria.

Em 1960, um avião U-2 foi abatido por um míssil soviético superfície-ar na Rússia central. O governo dos Estados Unidos admitiu a espionagem. O incidente levou à deterioração das relações entre os EUA e a URSS.

Fonte: Sputnik.

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||