China realiza manobras militares perto das ilhas disputadas com o Vietnã

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

27 de outubro de 2016.

As Forças Armadas chinesas realizaram nesta quinta-feira manobras militares no Mar da China Meridional, perto da zona onde China e Vietnã disputaram a soberania sobre as ilhas Paracel, confirmou o Ministério da Defesa do gigante asiático.

Os exercícios militares são realizados ao sul da ilha chinesa de Hainan e ao noroeste das Paracel, e "são um treino de rotina, incluído nos planos anuais", afirmou em entrevista coletiva o porta-voz de Defesa chinês, Wu Qian.

As manobras acontecem menos de uma semana depois que um destróier americano passou pelas águas disputadas entre China e Vietnã, fazendo com que navios de guerra chineses lançassem mensagens de advertência à embarcação americana.

A imprensa chinesa destacou que o destróier pertencia à Terceira Frota americana, que não desdobrava navios nessas águas desde a Segunda Guerra Mundial, algo que o porta-voz chinês de Defesa não deu especial importância.

"Enquanto estiver em compromisso a soberania e a segurança da China, faremos todo o necessário para salvaguardar nossos direitos e interesses", ressaltou a fonte militar.

O gesto americano rumo ao Vietnã ocorre no momento no qual outro país da região ao qual os EUA apoiavam em suas reivindicações marítimas contra a China, Filipinas, deu um giro de 180 graus com uma retórica agressiva contra Washington e em favor de maiores laços com Pequim.

Isto aconteceu com a chegada ao governo filipino do presidente Rodrigo Duterte, que na semana passada fez uma viagem de "reconciliação" à China, e ameaçou nos últimos dias romper as relações econômicas e militares com os Estados Unidos.

Vietnã e China, por sua vez, manterão na próxima semana um diálogo em matéria de Defesa na cidade central chinesa de Chengdu, segundo anunciou hoje o porta-voz Wu, por isso que as relações entre estes dois países também parecem estar em processo de aproximação.

As reuniões serão realizadas em 4 de novembro e serão lideradas pelo almirante Sun Jianguo, subchefe do Estado-Maior chinês, e seu colega vietnamita Nguyen Chi Vinh, vice-ministro da Defesa, anunciou Wu Qin.

Fonte: EFE

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||