Chancelaria russa: venda de armas pelos EUA aos opositores sírios escalará o conflito

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

28 de dezembro de 2016.

O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, em conversa telefônica com o secretário de Estado dos EUA, John Kerry, afirmou que a liberação da venda de armamentos pelos EUA para tropas da oposição síria, principalmente dos sistemas portáteis de defesa aérea, pode resultar em mais vítimas, informou o comunicado da chancelaria russa.

"Lavrov reforçou que a liberação da venda de armamentos para tropas antigovernamentais, inclusive de sistemas portáteis de defesa aérea, prevista pela lei dos EUA sobre o orçamento da defesa, assinada por Barack Obama em 23 de dezembro, poderá resultar em escalação das tensões e em novas vítimas", informou o documento.

Na semana passada, Obama assinou a lei sobre gastos militares, que contempla, entre outros temas, as normas e as condições de fornecimento de sistemas portáteis de defesa aérea para assim denominada oposição síria. Mais cedo, em também em dezembro, o presidente dos EUA revogou as limitações formais para venda de armas, de munições e de equipamentos militares para os aliados de Washington no combate ao terrorismo na Síria.
 
Fonte: Sputnik

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||