Aviação israelense bombardeia as colinas de Golã

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

28 de novembro de 2016.

A aviação de Israel executou uma ofensiva no domingo à noite nas colinas sírias de Golã, um dia após um ataque atribuído a um grupo vinculado ao grupo extremista Estado Islâmico (EI) na área, anunciou o exército.

Os aviões israelenses bombardearam um local da ONU abandonado que havia sido utilizado como base no domingo para um ataque jihadista, com quatro autores mortos após a ação, informa um comunicado militar.

No domingo, soldados israelenses foram alvos de tiros de armas automáticas e ataques com morteiro por membros da brigada dos mártires de Yarmuk, segundo uma fonte militar. Nenhum soldado ficou ferido. A aviação respondeu e matou quatro criminosos.

Oficialmente em guerra contra a Síria, Israel afirma que permanece afastado do conflito no país vizinho. Mas o Estado hebreu mantém operações pontuais contra um de seus principais inimigos, o Hezbollah libanês, que luta ao lado do regime do presidente Bashar al-Assad.

A parte ocupada por Israel nas colinas de Golã é atingida com frequência por projéteis considerados perdidos. O exército israelense responde com frequência aos disparos.

Israel anexou em 1981 a parte de Golã que ocupava desde 1967, decisão não reconhecida pela comunidade internacional, que continua considerando o território como sírio.

Fonte: AFP

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||