"Atentado em Bruxelas mostra que mundo deve acabar com guerra na Síria"

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

23 de março de 2016.

Afirmação foi feita pelo enviado da ONU para o país, Staffan de Mistura; ele disse que ataque na capital belga é uma lembrança de que as conversações de paz sobre a Síria não podem fracassar.

O enviado especial da ONU, Staffan de Mistura, afirmou esta terça-feira que o atentado terrorista em Bruxelas é uma lembrança de que as conversações de paz sobre a Síria não podem fracassar.

Falando em Genebra, depois de reunião com as delegações do principal grupo de oposição sírio, HNC, e do Conselho Consultivo das Mulheres Sírias, de Mistura disse que agora é mais importante do que nunca assegurar que as conversações sejam um sucesso.

Transição Política

Segundo o mediador da ONU, "é necessário extinguir o fogo da guerra na Síria, é necessária uma transição política para garantir que os sírios possam se concentrar nos perigos para todos na Europa, no mundo, na Síria e em todos os lugares".

De Mistura declarou que "todas as partes estão trabalhando intensamente para chegar a um consenso sobre como prosseguir".

O enviado especial reafirmou que "a atmosfera no local mudou", "ninguém abandonou a reunião, bateu a porta ou se recusou a reconhecer a presença de outras delegações".

Staffan de Mistura acredita que essa atitude tem como razão o fato de que as partes não querem ser vistas como a que causou a quebra da suspensão das hostilidades, situação que está beneficiando toda a população.

Fonte: Rádio ONU.

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||