Ataque em Manchester: Theresa May eleva nível de ameaça e teme atentado 'iminente'

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

23 de maio de 2017. 

 

A Grã-Bretanha subiu o seu nível de ameaça para “crítico”, o mais alto na escala de segurança interna do país após o atentado suicida em Manchester, que matou 22 pessoas, incluindo crianças. O anúncio foi feito pela primeira ministra britânica Theresa May.

Anteriormente, o nível de ameaça era “severo”, o segundo mais elevado da escala britânica.

De acordo com a primeira-ministra, as Forças Armadas do país serão empregadas na segurança de locais sensíveis, ao mesmo tempo em que militares serão deslocados para ajudar na seguraça de eventos públicos, como shows musicais e eventos esportivos.

A recomendação para elevar o nível de ameaça à segurança partiu de um grupo independente responsável pela análise de dados de inteligência, segundo Theresa May.

Mais cedo, a polícia britânica identificou o responsável pelo ataque de terça-feira em Manchester: trata-se de Salman Abedi, que detonou uma bomba caseira durante o show da cantora norte-americana Ariana Grande, na Arena Manchester.

Também nesta terça-feira o grupo terrorista Daesh assumiu a responsabilidade pelo atentado.

“Conclui-se agora, com base nas investigações de hoje, que o nível de ameaça deve ser aumentado, por enquanto, de severo a crítico”, afirmou a primeira-ministra, em uma declaração televisionada após uma reunião do comitê de resposta a crises do governo.

“Isso significa que sua avaliação não é apenas que um ataque continua altamente provável, mas que um novo ataque pode ser iminente”, concluiu.

Fonte: Sputnik

https://br.sputniknews.com/europa/201705238462275-novo-ataque-iminente-apos-manchester/

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||