Assad: Rússia nunca falou sobre transição na Síria

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

14 de julho de 2016.

 

O presidente sírio Bashar al-Assad afirmou em uma entrevista exibida nesta quinta-feira que a Rússia, aliada de Damasco, "nunca" falou com ele sobre uma transição política que poderia resultar em sua saída do poder.

"Nunca, porque como já disse este assunto compete ao povo sírio", afirmou Assad, questionado pelo canal americano NBC News se o presidente russo Vladimir Putin ou o ministro das Relações Exteriores Serguei Lavrov abordaram o tema de sua saída do poder ou de uma transição com ele.

"Apenas o povo sírio pode definir quem vai ser o seu presidente, quando ele começa e quando deve sair. Eles (os russos) nunca falaram uma única palavra sobre isto", insistiu Assad na entrevista realizada em Damasco.

As declarações foram divulgadas pouco antes da chegada a Moscou do secretário de Estado americano John Kerry, que almeja retomar o processo de paz na Síria.

Rússia e Estados Unidos coordenam os esforços da comunidade internacional para reunir em volta da mesma mesa de negociação o regime de Assad e os grupos rebeldes.

Ao ser questionado se estava "preocupado" com a possibilidade de Kerry e Putin chegarem a um "acordo" sobre sua saída, Assad respondeu: "Não, por uma razão, porque sua política, quero dizer a política dos russos, não está baseada em acordos e sim em valores".

"E é por isto que vocês não veem nenhum acordo entre eles e os americanos, porque os valores diferem", completou o presidente sírio.

Desde o início da revolta contra o regime de Damasco em março de 2011, a guerra na Síria provocou mais de 280.000 mortes e a fuga de milhões de pessoas, o que teve como consequência uma crise humanitária sem precedentes na região e na Europa.

O complexo conflito sírio envolve múltiplos rivais, tudo isto em um contexto de profundas divisões internacionais e do auge dos grupos extremistas Estado Islâmico (EI) e Al-Nosra (facção local da Al-Qaeda), que escapam de qualquer controle.

Fonte: AFP.

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||