Arábia Saudita insiste que não há solução política na Síria com Assad no poder

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

05 de maio de 2016.

 

O ministro das Relações Exteriores da Arábia Saudita, Adel al Jubeir, insistiu nesta quinta-feira que não será possível alcançar uma solução política na Síria enquanto o presidente, Bashar al Assad, continuar no poder.

Em entrevista coletiva realizada em Riad, Al Jubeir acusou o líder sírio de não ter respeitado nenhuma das tréguas estipuladas na Síria entre o regime e a oposição.

"Assad irá pacífica ou militarmente", concluiu Al Jubeir, em suas primeiras declarações desde a extensão, nesta madrugada, por 48 horas, do cessar-fogo na cidade síria de Aleppo.

A trégua começou nesta quinta-feira à 1h (19h de quarta-feira em Brasília) e durará 48 horas, anunciou ontem à noite o Comando Supremo das Forças Armadas sírias.

Desde sua entrada em vigor, só foi registrado o lançamento de foguetes por parte de facções islâmicas contra o bairro de Al Midan, onde uma pessoa morreu e várias ficaram feridas, segundo a ONG Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Aleppo sofre com uma onda de violência que começou em 22 de abril, que provocou a morte de 284 civis, de acordo com os números do Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Al Jubeir, que compareceu à coletiva junto de seu colega norueguês, Borge Brende, também mostrou esperança de que o governo iemenita e os rebeldes alcançarão um acordo nos Emirados, onde mantêm contatos desde o final de abril.

Por sua vez, Brende qualificou de "catástrofe humanitária" os confrontos registrados na cidade Aleppo até esta madrugada, quando entrou em vigor uma extensão de 48 horas do cessar-fogo. 

Fonte: EFE.

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||