Ampliar o embargo ao petróleo será percebido como declaração de guerra por Pyongyang

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

31 de janeiro de 2018.

 

O embaixador da Rússia na Coreia do Norte adverte que as sanções de fornecimento de petróleo ao país asiático "atingiram o seu limite".

O embaixador da Rússia na Coreia do Norte, Aleksander Matsegora, expressou preocupação com as atuais sanções contra Pyongyang e a possibilidade de que elas possam resultar em uma proibição total do embarque de petróleo para o país asiático.

"Se o fornecimento de petróleo e de seus subprodutos for interrompido, isso significará um bloqueio completo contra a Coreia do Norte […] Isso seria percebido [por Pyongyang] como uma declaração de guerra, com todas as consequências que isso implica", disse o diplomata à Sputnik.

Segundo Matsegora a ONU estabeleceu o limite de importação de 540 mil toneladas de petróleo bruto da China por Coreia do Norte, e cerca de 60 mil toneladas de petróleo refinado de outros países. Isso é "uma gota no oceano", disse o embaixador, acrescentando que uma ampliar as sanções seria fatal para a economia. "Já atingimos o limite", concluiu.

Fonte: Sputnik

https://br.sputniknews.com/asia_oceania/2018013110415116-petroleo-embargo-guerra-pyongyang-coreia/ 

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||