Aliados e Montenegro assinam protocolo de adesão à Otan

"E ouvireis de guerras e de rumores de guerras;..." Mateus 24:6

19 de maio de 2016.

 

Os ministros das Relações Exteriores da Otan e Montenegro assinaram nesta quinta-feira o protocolo de adesão desse país ao Tratado de Washington, de modo que quando tenha sido ratificado pelos Parlamentos nacionais de todos os aliados, se transformará no 29° membro da Aliança Atlântica.

O protocolo foi assinado pelos representantes dos 28 Estados que pertencem atualmente à Otan e o primeiro-ministro de Montenegro, Milo Djukanovic, em cerimônia no marco de uma reunião de dois dias de ministros das Relações Exteriores da organização que começou hoje.

O secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, destacou em um discurso na cerimônia que Montenegro contribuiu para operações da Otan, da União Europeia (UE) e da ONU, e que fomentou a cooperação regional nos Bálcãs, além de realizar uma ampla agenda de reformas.

"A assinatura hoje do protocolo de acesso reconhece estas conquistas", considerou Stoltenberg, para depois anunciar que desde hoje esse país participará como convidado de todas as reuniões da Aliança.

Stoltenberg afirmou que este passo "marca o início do processo de ratificação" e demonstra que "as portas da Otan seguem abertas".

Djukanovic acredita que o processo nos Parlamentos nacionais seja concluído "o mais rápido possível" para que "em meados de próximo ano, Montenegro se transforme em um membro de pleno direito da Aliança".

"Hoje podemos estar orgulhosos dos resultados que alcançamos", declarou Djukanovic.

O primeiro-ministro montenegrino destacou que "o processo de integração de nosso país não se pode deter" e garantiu que "segue plenamente comprometido na continuação das reformas", especialmente as que se referem ao Estado de direito e ao setor da defesa, assim como na luta contra o crime organizado e a corrupção.

O processo de ratificação em nível nacional pode durar entre um ano e ano e meio, segundo fontes diplomáticas, mas desde hoje Montenegro poderá participar das reuniões do Conselho Atlântico, embora sem direito a voto.

A Otan convidou formalmente em dezembro Montenegro para se unir à Aliança.

Fonte: EFE.

voltar para Guerras

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||