EUA devem enfrentar maior temporada de furacões desde 2012

"...e grandes sinais do céu." Lucas 21:11

17 de agosto de 2016.

 

De acordo com cientistas estadunidenses, a temporada de furacões deste ano deve ser mais intensa do que a divulgada anteriormente e poderá ser ainda mais devastadora desde que o furacão Sandy atingiu a costa dos EUA, em 2012.

Segundo os climatologistas da NOAA, Administração Nacional Oceânica e Atmosférica dos EUA, ao que tudo indica, a temporada que começou em julho deverá ficar mais ativa que a normal, com 70% de chances de se formarem entre 12 e 17 tempestades nomeadas. Destas, entre 5 e 8 podem se transformar em furacões, com 2 a 4 eventos de categoria 5.

Anteriormente, os números divulgados previam a formação de 10 to 16 tempestades.

De acordo com Gerry Bell, cientista ligado à NOAA, a elevação nos números é reflexo das condições atualmente em vigor, com o El Nino terminando, cisalhamento vertical mais fraco e ventos menos intensos sobre o Atlântico tropical central, além da monção africana mais forte.

"Embora a previsão mostre um incremento no número de tempestades, não acreditamos em uma temporada excessivamente ativa, já que os padrões de temperatura do oceano são menos favoráveis a formação de eventos extremos", explicou Bell.

Frankenstorm
Se os números previstos se confirmarem, a temporada de 2016 será a mais intensa desde 2012, quando o furacão Sandy atingiu os estados da costa nordeste dos EUA, entre eles Nova York e Nova Jersey, em 28 de Outubro de 2012. Na ocasião, Sandy recebeu o apelido de "Frankenstorm", pois a previsão indicava que atingiria o leste canadense no dia das bruxas.

Sandy atingiu Nova York com ventos de 185 km/h e causou alagamentos e cortes de energia para 650 mil pessoas. De acordo com as companhias de seguro, o prejuízo nos Estados Unidos chegou a 50 bilhões de dólares.

Desde Sandy, as temporadas seguintes não foram tão intensas e ficaram sempre abaixo da média.

Fonte: Apolo 11.

voltar para Grandes sinais do céu

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||