El Niño está a afetar mais de 1 milhão de pessoas em Madagascar

"...e grandes sinais do céu." Lucas 21:11

10 de junho de 2016.

 

Cerca de 665 mil estão em situação de insegurança alimentar grave por conta da seca; dados estão no último relatório da ONU no país.

A seca induzida pelo fenómeno climático El Niño está a afetar mais de 1,1 milhão de pessoas em Madagáscar, incluindo 665 mil a enfrentar situação de insegurança alimentar grave.

Os dados estão no último relatório do Escritório da ONU no país.

Crianças

Estimativas são de que 7 mil crianças com menos de 5 anos estejam a sofrer de desnutrição aguda severa e outras 32 mil na mesma faixa etária tenham a condição de forma moderada.

O Grande Sul, a parte menos desenvolvida do país, é a mais atingida pela seca. A região recebeu apenas metade dos índices normais de chuva desde maio do ano passado.

"Efeitos Devastadores"

Segundo o Escritório da ONU para a Coordenação de Assuntos Humanitários, Ocha, os efeitos na agricultura foram "devastadores".

Projeções indicam que 80% da colheita este ano na região será perdida por conta da seca.

Escolas

Os índices de matrícula escolar no Grande Sul já são mais baixos do que a média nacional e crianças estão perdendo aulas.

Segundo o Ocha, raparigas estão passando horas todos os dias a buscar água, enquanto meninos levam rebanhos a fontes do recurso.

Resposta Humanitária

O Plano de Resposta Humanitária para o Madagáscar entre abril deste ano e abril de 2017 requer US$ 69.9 milhões para fornecer ajuda para 665 mil pessoas mais vulneráveis.

A assistência cobre as áreas de alimentação, saúde, nutrição, água, saneamento, educação e proteção. No entanto, até o momento, apenas 34% do plano está financiado.

Fonte: Rádio ONU.

voltar para Grandes sinais do céu

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||