Comunidades são evacuadas no México por causa de vulcão

"...e grandes sinais do céu." Lucas 21:11

01 de outubro de 2016.

 

O vulcão de Colima, situado no oeste do México, registrou um aumento de sua atividade neste sábado (1). Por isso, as autoridades do estado de mesmo nome decidiram evacuar, como medida preventiva, duas comunidades localizadas na zona de risco.

O coordenador nacional da Defesa Civil, Luis Felipe Puente, indicou no Twitter que o governo do estado de Colima tomou a decisão seguindo a recomendação do Comitê Científico que assessora sua instituição, de evacuar as comunidades da Yerbabuena e La Becerrera.

Essas duas comunidades ficam em zonas consideradas de "alto perigo", por frequentemente serem afetadas pelo vulcão, considerado um dos mais ativos do país e localizado nos limites dos estados ocidentais de Jalisco e Colima.

Devido à presença de exalações e pequenos fluxos piroclásticos, as autoridades traçaram um perímetro de segurança que abrange uma distância de 7,5 quilômetros desde a cratera para Jalisco e de 12 quilômetros para Colima.

A Defesa Civil do estado de Jalisco reportou em comunicado que na manhã de hoje realizou um sobrevoo para monitorar o vulcão e analisar a evolução de "um novo domo na cratera vulcânica que começou a se desenvolver na segunda-feira passada 26".

Na noite da quarta-feira foi constatado um novo vazamento de lava pelo flanco sul, que alcançou uma extensão aproximada de 300 metros, com um volume de lava emitido de perto de 750 mil metros cúbicos.

"Durante o sobrevoo foi observada uma intensa atividade fumaça no através de várias bocas que emitem de maneira constante abundante vapor de água e gases vulcânicos, alcançando uma altura próxima de 3,5 mil metros sobre o nível da cratera", detalhou o boletim.

Em sua conta no Twitter, o secretário de Governo do México, Miguel Ángel Osorio, pediu à população divisória ao vulcão que siga acompanhando as instruções de Defesa Civil e do governo do estado de Colima.

O também chamado vulcão del Fuego tem uma altura de 3.860 metros sobre o nível do mar.

Fonte: EFE.

voltar para Grandes sinais do céu

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||