Papa pede que não se deixe “à mercê das ondas” quem foge da fome

“...e haverá fomes,” Mateus 24:7

15 de junho de 2018.

 

papa Francisco pediu nesta sexta-feira que “não se deixe à mercê das ondas” as pessoas que fogem da fome em seus países de origem, durante uma audiência na Federação dos Mestres do Trabalho da Itália.

Em seu discurso, Francisco pediu que as “bem-aventuranças dos Evangelhos” ensinem “a nós e ao nosso mundo a não deixar à mercê das ondas quem deixa a sua terra faminta de pão e de justiça”.

O papa também alertou que é preciso evitar “a cômoda ilusão de que, da rica mesa de poucos, possa chover automaticamente bem-estar para todos”.

Além disso, o pontífice denunciou que existem muitas pessoas “que ficam excluídas do processo econômico” e “que sofrem esmagadas pela violência e pelas guerras e pela degradação do meio ambiente “.

“Quantos, oprimidos pela marginalidade à qual são obrigados, sofrem com a falta de perspectivas positivas para o futuro”, acrescentou.

Francisco fez um pedido para que o mundo não seja “passivo e indiferente à fraqueza e sofrimento que toca tantas pessoas”.

Fonte: EFE

voltar para Fomes

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||