A realidade da fome norte-coreana

“...e haverá fomes,” Mateus 24:7

15 de outubro de 2018.

 

A Coreia do Norte é famosa por ser o país mais fechado do mundo. Além do bloqueio externo, a população também não tem direito à liberdade de pensamento, religião e informação. Já imaginou viver em um lugar assim, onde você não pode expressar aquilo em que acredita? O cristianismo é visto como hostil e os cidadãos devem adorar somente a família Kim.

Durante os anos 1990, o país enfrentou um período de grande fome. Já se passaram mais de 30 anos, mas essa é uma realidade que continua marcando a vida dos norte-coreanos. Eles têm dificuldades no abastecimento de necessidades básicas, principalmente devido às condições geográficas e climáticas. Grande parte da população está subnutrida e o percentual de crianças raquíticas permanece alto.

Além da fome, os cristãos norte-coreanos enfrentam perseguição intensa, já que o país se mantém na primeira colocação da Lista Mundial da Perseguição há 16 anos. O aumento da violência deve-se principalmente à paranoia do governo e ao isolamento quanto ao resto do mundo.

Comida para vida
É por essa situação que a Portas Abertas oferece diversos programas para ajudar os cristãos locais. Um deles é o “Comida para Vida”, pelo qual fornecemos comida, medicamentos, roupas e outras ajudas emergenciais. Com a sua doação, você permite que cristãos norte-coreanos saibam que não estão sozinhos nessa batalha.

Pedidos de oração

  • Ore pelos cristãos da Coreia do Norte, que o Senhor possa prover todos os recursos necessários.
  • Apresente a situação do país, que haja mudanças que permitam a entrada de ajuda.
  • Interceda quanto a perseguição, porque além da dificuldade da fome, este é o país onde é mais difícil servir a Cristo.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Fomes

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||