Alinhamento planetário Vênus e Júpiter

Os cinco planetas mais brilhantes: Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter e Saturno estarão reunidos no céu noturno, nos dando uma bela oportunidade de contemplá-los juntos pela última vez nos próximos anos.

O raro alinhamento planetário acontece nesse final de mês, após o pôr do Sol. Os planetas irão formar uma linha que se estenderá do horizonte oeste ao leste.

Mesmo que você não tenha familiaridade com o céu noturno e os corpos celestes, não se preocupe, pois preparamos um tutorial rápido e fácil para que qualquer pessoa consiga identificar os 5 planetas.

1° Etapa do alinhamento

Durante o mês de julho, Júpiter, Marte e Saturno já estão visíveis logo após o pôr do Sol. No fim de julho, Mercúrio começa a se levantar no horizonte oeste, mais ainda estará bem pertinho do Sol, o que dificulta um pouco sua observação. Para encontrá-los, basta ficar de frente para o horizonte oeste, onde o Sol estará se pondo. Assim que a noite começa a despontar, poderemos ver esses quatro planetas. A ordem será (de oeste para leste): Mercúrio, Júpiter, Marte e Saturno, como mostra a imagem abaixo:

alinhamento de 5 planetas - parte 1
Região oeste do céu no dia 31 de julho de 2016, logo após o pôr do Sol.
Créditos: STELLARIUM         /         Edição: Galeria do Meteorito


Júpiter é o mais brilhante de todos; Saturno estará no ponto mais alto do céu; Mercúrio tem o brilho mais tênue, e Marte se destaca por sua coloração avermelhada.

2° Etapa do alinhamento

No dia 1° de agosto, Mercúrio (o planeta mais próximo do Sol) já estará bem visível no horizonte oeste, e durante os próximos dias ele ganha altura e fica ainda mais fácil de ser encontrado. Um ponto interessante durante essa segunda etapa do alinhamento é que a Lua estará na fase Nova (invisível) no dia 02 de agosto, porém, no dia 4, um pequeno filete do nosso satélite natural irá ocultar Mercúrio.

alinhamento de 5 planetas - parte 2
Região oeste do céu no dia 04 de agosto de 2016, logo após o pôr do Sol.
Créditos: STELLARIUM         /         Edição: Galeria do Meteorito


A ocultação de Mercúrio pela Lua é um outro evento à parte, mas será visível apenas no extremo sul da América do Sul. No dia 6 de agosto a Lua estará mais alta e mais iluminada, e irá ocultar Júpiter, mas essa ocultação só será visível no sul do Pacífico e no sudeste da Ásia.

3° Etapa do alinhamento - os 5 planetas no céu

A partir do dia 15 de agosto, Vênus (o planeta mais brilhante do céu noturno) começa a aparecer no horizonte oeste assim que o Sol se põe, completando a formação e revelando o raro alinhamento dos 5 planetas mais brilhantes.

alinhamento de 5 planetas - parte 3
Região oeste do céu no dia 19 de agosto de 2016, logo após o pôr do Sol.
Créditos: STELLARIUM         /         Edição: Galeria do Meteorito



No dia 1 ° de setembro, Vênus estará ainda mais alto no céu, porém Mercúrio já estará abaixo do horizonte, e não estará visível. Júpiter o segue logo atrás, se escondendo atrás do horizonte, e assim termina essa bela configuração.


Durante esse alinhamento que ocorre agora em agosto de 2016, todos os 5 planetas mais brilhantes estarão visíveis em uma área de apenas 75 graus. Uma câmera fotográfica de grande angular será capaz de fotografar os 5 planetas em uma mesma imagem.

Vale lembrar que esse alinhamento é apenas visual, do ponto de vista de um observador aqui na Terra. Os planetas em si não estarão alinhados de forma real, como podemos ver na imagem abaixo:

 

Posição dos planetas no dia 21 de agosto de 2016 durante alinhamento
Posição dos planetas no dia 21 de agosto de 2016.
Créditos: Solar System Scope



Alinhamento de 5 planetas - um evento raro

Daqui a 24 anos, no dia 8 de setembro de 2040, teremos um alinhamento incrível envolvendo os 5 planetas mais brilhantes, quando eles estarão juntos em uma área de apenas 9.3 graus. Isso significa que se você esticar seu braço, será possível esconder todos os 5 planetas na palma da sua mão! Esse será o alinhamento "mais próximo" desde 18 de dezembro de 1186!

-"Ah, mas levará tanto tempo pra termos um alinhamento igual a esse?!" Na verdade não. Daqui a dois anos teremos outro alinhamento dos 5 planetas mais brilhantes, bem parecido com esse de 2016.




Em janeiro e fevereiro desse ano, também tivemos um alinhamento parecido, envolvendo os mesmos 5 planetas (antes do amanhecer). Agora temos os mesmos planetas após o pôr do Sol, isso porque há 7 meses a Terra estava atrás desses planetas. Dessa vez alcançamos eles e estamos na frente, como se estivéssemos observando o evento através de um espelho retrovisor.

Antes disso, outro alinhamento dos 5 planetas mais brilhantes havia acontecido em 2005, e o próximo (como vocês já sabem) será em outubro de 2018.




Isso nos mostra que esses alinhamentos não acontecem com tanta frequência. A parte boa é que eles duram alguns dias (ou semanas), assim, mesmo que o tempo estiver nublado em sua cidade, provavelmente você ainda terá uma noite limpa para contemplá-los no céu noturno. Uma oportunidade única de observar a maioria dos planetas vizinhos ao mesmo tempo.

Desejamos bons céus e excelentes observações a todos!

Comentários

Emily em 05/09/2016 22:34:57
uou, isso é realmente impressionante
zilnard carvalho em 28/08/2016 18:27:17
Olhando para o céu de tua janela da sala ,observaras este espetáculo feito por Deus a anos, e ,que perdurara por toda as nossas gerações. Belíssimo.

Enviar comentário

voltar para Conhecendo Mais Sobre...

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||