PANORAMA DO ANTIGO TESTAMENTO PENTATEUCO – UNIDADE I

 Segredos da Arqueologia Bíblica o maior acervo sobre arqueologia bíblica do Brasil
 

A denominação “Antigo Testamento” se refere ao antigo pacto ou antiga aliança baseada na Lei, onde seria salvo do julgamento divino quanto à sua vida e também das aflições terrenas aquele que cumprisse toda a Lei.
Os cinco primeiros livros, Pentateuco (Cinco Rolos), que também é chamado de Lei ou Torah é a unidade composta dos cinco primeiros livros que foram escritos por Moisés.
Trata-se de uma unidade ininterrupta escrita em continuidade de conteúdo e histórica. Podemos ver que o final de cada livro se encaixa ao início do outro.
Gênesis inicia a origem da criação e não temos informações que possam nos apontar há quantos anos isso aconteceu. E termina com a morte de José aos seus 110 anos de idade, embalsamado, no Egito (Gn 50:26).
Êxodo no seu início parte da morte de José (Ex 1:6). Já no seu final o livro de Êxodo se encerra quando a nuvem do Senhor desce sobre o tabernáculo recém-construído (Ex 40:39).
O Livro de Levítico inicia relatando Deus chamando Moisés para entregar-lhe a Lei cerimonial que deveriam observar para que mantivessem comunhão com Deus em sua santidade (Lv. 1:1). E termina o livro fechando o código cerimonial de forma solene: ….são esses os mandamentos que o Senhor ordenou a Moisés...”.
O livro de Números por sua vez, também inicia-se com uma convocação do Senhor a Moisés, bem parecido com Levítico, mas dessa vez não é para entregar qualquer lei e sim para que Moisés fizesse um censo, a fim de preparar Israel para a guerra, mas como Israel não confiou em Deus e se acovardou diante do seu primeiro adversário, então passou a caminhar no deserto. Aliás esse é o nome desse livro na Bíblica Hebraica.

É   interessante que o caminho de Horebe (Monte Sinai-8) para Cades-Barneia-12, pelo caminho dos montes de Seir duraria uns 11 dias, mas eles demoraram 40 anos (Dt. 1:2).
  O livro de Números passa então a ditar outras regras necessárias ao tempo de peregrinação e encerra ao final dos quarenta anos.Deuteronômio (em grego = segunda lei ou replicação da lei) Moisés prega o que ocorreu sobre a promessa de Deus, a dureza dos corações dos israelitas e também as consequências e novamente expõe a Lei, uma vez que iniciariam a tomada da Terra Prometida.
Enfim os 5 livros são contínuos, devem ser lidos em sequência.
Foi Moisés quem escreveu os cinco livros, então outro nome que encontramos para eles é “Os livros de Moisés”.
O Pentateuco é a base para o entendimento de toda a Bíblia. Não há como entendê-la sem conhecer os fatos principais dos primeiros cinco livros.
Por muito tempo somente ela foi a Palavra de Deus para Israel. Os judeus deveriam meditar sobre ela (Js 1:8); Lê-la publicamente (Ne 8:1ss) e ensiná- la aos seus filhos (Dt 6:4-8). Um pouco antes de falecer Moisés deixa sua última palavra de sabedoria (Dt 31:12).
GÊNESIS
1 - Título: Gênesis, nome herdado da Septuaginta (uma versão antiga grega do Antigo Testamento). Na Bíblia Hebraica encontramos “No Princípio”.
2 – Local que se inicia a história o “Jardim do Éden”.
3 – Autor e Data
O livro de Gênesis não informa que o escreveu, mas nenhum estudioso sério contesta que tenha sido Moisés apesar do livro relatar fatos que ocorreram uns 300 anos antes do seu nascimento.
Os próprios autores do Novo Testamento tratam a Torah como os livros de Moisés (1 Cor 9:9; Mc 12:26 sobre o livro de Êxodo).
Também traz robustez a esse argumento o fato da instrução recebida por Moisés como príncipe do Egito.
4 – Data da escrita
Aproximadamente 1445 a 1405 aC.


  5 – Cenário e contexto
O tempo do início de Gênesis é a “Eternidade passada”, ou seja, antes do tempo existir.
Três são os cenários a Mesopotâmia (Cap 1-11); a Terra Prometida (Cap 12-36) e o Egito (Cap 37-50).
6 – Os principais personagens
Adão e Eva – os primeiros seres humanos Noé – o fiel construtor da arca
Abraão e Sara – os pais do povo escolhido de Deus
Isaque e Rebeca – Os primeiros membros de uma nova nação Jacó – o pai das doze tribos
José – O preservador de Israel
DE ADÃO ÀS DOZE TRIBOS DE ISRAEL
FUNDAMENTOS TEOLÓGICOS:
Encontramos em Gênesis a introdução aos seguintes fundamentos teológicos:
ü Deus Pai (A autoridade de Deus na criação – Gn 1:1-31; Sl 103:19; 145:8-9; 1 Cor 8:6; Ef 3:9 e 4:6);
ü Deus Filho (Gn 1:1; 3:15; 18:1; Jo 1:1-3; 10:30; 14:9; Fp 2:5-8; Cl 1:15-17; Hb 1:2);
ü Deus Espírito Santo (Gn 1:2; 6:3; Mt 1:18; Jo 3:5-7);
ü Deus uno e trino (a Trindade) (Um só Deus em três pessoas (Gn 1:1, 26; 3:22; 11:7; Dt 6:4; Is 45:5-7; Mt 28:19; 1 Co 8:4; 2 Co 13:14).
ü O ser humano (criado à imagem de Deus, porém caído no pecado e carente de um Salvador (Gn 1:26; 2:4-25; 9:6; Is 43:7; Rm 8:29; Cl 1:16; 3:10; Tg 3:9; Ap 4:11).


ü O pecado, a queda (a desobediência, a contaminação de toda a criação por meio do pecado levando à rebeldia contra Deus (Gn 2:16,17; 3:1-19; Jo 3:36; Rm 3:23; 6:23; 1 Co 2:14; Ef 2:1-3; 1 Tim 2:13-14; 1 Jo 1:18);
ü A redenção ( a ação de resgate operada por Cristo na cruz, a fim de reconciliar o ser humano com Deus ( Gn 3:15; 48:16; Jo8:44; 10:15; Rm 3:24-25; 16:@0 e 1 Pe 2:24).


ü A Aliança (Deus estabelece alianças com os seres humanos visando o restabelecimento do relacionamento entre o criador e a criatura e a exaltação do Seu nome (Gn 12:1-5; 15:1-20; 17:10-11; Nm 25:10-13; Dt 4:25-31; 30:1-9; 2 Sm 23:5; 1 Cr 16:15-18; Jr 30:11; 32:40; 46:27-28; Am 9:8; Lc 1:67-75; Hb 6:13-18.
8
ü A promessa (Deus manifesta acontecimentos futuros assumindo o compromisso de cumpri-los (Gn 12:1-3; 26:3-4; 28:14; At 2:#9; Gl 3:!6; Hb 8:6);
ü Satanás e os anjos (Os anjos são seres criados para servir a Deus, mas um deles, satanás se rebelou e uma parte dos anjos o acompanhou em grande batalha travada nos Céus (Satanás Gn 3:1-15; Is 14:13-14; Mt 4:3-10; 2 Co 11:3, 14; 2 Pe 2:4; Ap 12:9; 20:2).
ü A revelação (tanto a natural quando Deus se revela por meio da sua criação (Gn 1:1-2; Rm 1:19-20) quanto a revelação especial que ocorre quando Deus se manifesta diretamente (Gn 2:15-17; 3:8-19; 12:1-3; 18:1-8; 32:24-32; Dt 18:18; 2 Tim 3:16; Hb 1:1-4; 1 Pe 1:1-12).


ü Israel (o nome dado à Jacó, o qual se tornou seu pai direto (Gn 32:28; 35:10; Dt 28:15-68; Is 65:17-25; Jr 31:31-34; Ez 37:21-28; Zc 8:1-17; Mt 21:43; Rm 11:1-29).
ü O Juízo (a retribuição de Deus ao ato pecaminoso ( Gn 3; 6; 7. 11:1-9; 15:14; 18:16-19)).


ü A benção (a ação graciosa de Deus à vida de alguém ( Gn 1:28; 9:1; 12:1-3; 14:18-20; 27:1-40; 48:1-20; Nm 6:24-27; Dt 11:26, 27; Sl 3:8; Ml 3:10; Mt 5:3-11; 1 Pe 3:9).
Vemos em Gênesis nos capítulos 1 a 11
ü As origens do universo;ü O início do tempo e do espaço;
ü Experiências humanas: a comunicação com Deus, o pecado, a desobediência, o afastamento de Deus (queda), a família, a redenção, a fé, o juízo e as nações.
Em Gênesis 12-50
É   explicado para Israel qual o modo que eles vieram a existência, quem foram seus ascendentes e a história deles, a origem de seus costumes, idiomas.
O Pacto Central – Gênesis 12:1-5. (Abraão, Israel, todos os povos).
A REDUÇÃO DA IDADE DO SER HUMANO (PATRIARCAS)
Adão – 930 anos (Gn 5:5);Sete – 912 anos (Gn 5:8);Enos – 905 anos (Gn 5:11);Enoque – 365 anos (Gn 5:23);Matusalém – 969 anos (Gn 5:27);Lameque – 777 anos (Gn 5:31);Noé – 950 anos (Gn 9:29);
DILÚVIO - Gn 6:3.
Sem – 600 anos (Gn 11:10-11);Heber – 464 anos (Gn 11:16-17);Terá – 205 anos (Gn 11:32);Abraão – 175 anos (Gn 25:7);Isaque – 180 anos (Gn 35:28);Jacó – 147 anos (Gn 47:28);José – 110 anos (Gn 50:26).
PROXIMIDADE DE GÊNESIS COM APOCALIPSE
Afirma John MacArthur:
“Não é de admirar que, no último capítulo da Palavra de Deus, os cristãos estarão de volta ao Jardim do Éden, o eterno paraíso de Deus, alimentando-se da árvore da vida (Ap 22:1-14). Nesse tempo, eles participarão usando vestes lavadas no sangue do Cordeiro (Ap 22:14).”
-----------------------------------------
Pastor Carlos Antonio Dias Pereira, Pastor IBFé e Prof. de Teologia Sistemática do CETEVAP

*Aula ministrada na Escola Dominical da Igreja Batista da Fé de Sâo José dos Campos - SP
**material elaborado com base na obra -Manual Bíblico - MacArthur - Editora Thomaz Nelson, Rio de Janeiro - 2015.

Enviar comentário

voltar para Arqueologia Bíblica

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||