Descoberta no Negueve a mais antiga representação do rosto de Jesus

16 de novembro de 2018.

A mais antiga representação da face de Jesus foi descoberta numa antiga igreja bizantina datada do século 6, bem no interior do deserto israelita do Negueve.
 
A arqueóloga Dra. Emma Maayan-Fanar identificou o esboço da face do Messias Jesus a partir de umas linhas quase apagadas, através de uma combinação de condições quase milagrosas.
 
O projeto de escavações no deserto tem sido conduzido por arqueólogos da Universidade de Haifa. A Dra. Emma revelou a um jornal israelita que durante uma visita recente à "Igreja do Norte", uma das três no local, olhou casualmente para a abside do baptistério, e viu de imediato a face de Jesus olhando para ela.
 
"Eu estava sob a abside no lugar certo, na altura certa. Aquilo está tão escondido - é impossível ver - mas as condições de luz eram perfeitas" - testemunhou a arqueóloga.
 
Na edição de Agosto do "Journal Antiquity", a equipa de pesquisa escreveu que a face, incluída numa larga representação do baptismo de Jesus é "a primeira cena pré-iconoplástica do batismo de Jesus alguma vez descoberta na Terra Santa."
 
Ao contrário de outras representações encontradas no Ocidente, em que Jesus aparece vestido de um robe e com cabelo liso comprido, o "Jesus" aqui visto é jovem, com uma coifa encaracolada recortada. 
 
Os pesquisadores acrescentaram ainda: "Apesar da sua condição fragmentada, ela revela uma face de um jovem representada na parte cimeira da abside. A figura tem cabelo curto encaracolado, uma face comprida, olhos grandes e um nariz alongado."
 
Para a Dra. Emma, não há qualquer dúvida de que esta gravura representa a face de Jesus, muito comum na época. 
 
Fonte; Shalom, Israel!

Enviar comentário

voltar para Arqueologia Bíblica

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||