Descoberta no centro de Israel estrutura ligada à arca da aliança

11 de janeiro de 2019.

 

Uma plataforma massiva feita por mãos humanas no século 8º a.C. foi descoberta num convento católico no centro de Israel, e poderá bem ter servido como um antigo santuário para a Arca da Aliança. Assim acredita pelo menos o conhecido e já famoso arqueólogo israelita professor na Universidade de Tel Aviv, Israel Finkelstein. 
 
Escavado na povoação de Quiriate-Jearim, este santuário fornece uma potencial nova perspectiva sobre as maquinações políticas dos reinos irmãos de Judá e de Israel. 
 
Foram assim escavadas as ruínas de um monumental pódio elevado, nos montes associados à região bíblica de Quiriate-Jearim. Segundo a Bíblia, o local foi durante 20 anos a "morada" da Arca da Aliança até esta ter sido tomada pelo rei David e levada para a capital Jerusalém.
 
Esta expedição conjunta da Universidade de Tel Aviv e do Colégio de França não tem no entanto em vista a procura em si da Arca, mas antes o conhecimento da situação geopolítica de há 3 mil anos atrás naquela cidade fronteiriça situada entre os dois reinos.
 

Segundo Finkelstein, a enorme plataforma elevada teria sido construída pelo reino do Norte como santuário para a Arca.
 
"As escavações em Quiriate-Jearim trazem luz ao poder de Israel(O Reino do Norte) no início do 8º século a.C., incluindo, provavelmente, o seu domínio sobre Judá" - afirmou o arqueólogo, acrescentando: "Elas também iluminam um tema importante da Bíblia: a Arca e a sua história."
 
As escavações têm estado a ser realizadas desde 2017 nos terrenos privados pertencentes a um convento católico situado próxima à aldeia árabe de Abu Gosh, no centro de Israel, bem próxima à comunidade messiânica de Yad Hashmona que costumamos sempre visitar nas nossas excursões a Israel.
 
 
UMA DESCOBERTA IMPRESSIONANTE
 
Todo o trabalho arqueológico no local foi subitamente premiado com esta fabulosa descoberta: nada mais, nada menos, que uma imponente plataforma construída por mãos humanas. Segundo os arqueólogos, este pódio rectangular elevado pode ser reconstruído no tamanho original, que seria de 110 a 150 metros em tamanho, e cobrindo uma área de cerca de 1,65 hectares. Construído com paredes típicas da "idade do ferro" de 3 metros de largura e uma elevação de 2 metros, o pódio fica orientado exactamente nas direcções Norte-Sul, e Leste-Oeste.
 
Talvez estivesse na mente dos criadores deste espaço fazer de Quiriate-Jearim um novo santuário para a Arca, uma vez que aquela região era constantemente disputada pelos dois reinos. Poderia até ser que a plataforma alojasse uma base administrativa israelita e até um templo construído pelo reino do Norte, tendo em vista o domínio sobre os vassalos do reino de Judá. 
 
Os objetos até agora achados nas escavações comprovam que aquele lugar era mesmo a bíblica Quiriate-Jearim, de onde o rei David transportou triunfalmente a Arca até Jerusalém, conforme se pode ler nas narrativas bíblicas de 1 Crónicas 13:5-8.
 
O historiador da Igreja Eusébio de Cesaréia, que viveu entre o 3º e o 4º século d.C. também registou este lugar como sendo a bíblica Quiriate-Jearim.
 
Segundo os arqueólogos, existem outras plataformas deste tipo nas regiões do Reino do Norte (Israel), incluindo na própria capital Samaria. 
 
Fonte: Shalom, Israel!

Enviar comentário

voltar para Arqueologia Bíblica

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||